Planetas de Star Wars – Raxus Prime (Legends)

Um símbolo muito triste sobre a poluição industrial, Raxus Prime é conhecido como “o planeta mais tóxico da galáxia.” Tal apelido é um contraste do mundo que já foi chamado de a “Jóia de Nikato.”

Muitos anos antes da República, Raxus Prime foi uma das três capitais do Império Tionese. O planeta era governado por Xer VIII, um poderoso líder tionese e bastante conhecido por ter muitas esposas e filhos. O planeta era cheio de lindos lagos cristalinos, palácios luxuosos e jardins imensos e ricos em vida selvagem. O filho de Xer, Xim, o Déspota, continuou o legado do pai e Raxus Prime continuou a ser um paraíso mesmo após a queda do império na Guerra Republicana-Tionesa.

Depois da brutal Terceira Guerra Alkasan, em 14.300 ABY, Raxus Prime se tornou a capital do Reino de Nikato. Sobre o comando de Nikato, Raxus Prime ficou mais moderno e bonito do que antes. Era realmente uma jóia rara no meio de uma galáxia em formação.

Mas foi esse mesmo período de grandeza que levaria a ruína do planeta nos anos seguintes. Por ser um planeta rico em vários tipos de minerais, Raxus Prime acabou sendo “invadido” por enormes corporacões industriais que acabaram poluindo o ar do mundo com suas imensas fábricas e refinarias. O mundo também foi um campo de batalha durante a Grande Guerra Sith, onde Ulic Qel-Droma usou o poder do Ceifador Negro e matou milhares de soldados republicanos.

Durante os tempos negros da República, em 1100 ABY, Raxus Prime havia se transformado num mundo que fabricava armas muito poderosas e destrutivas. Com o passar de 100 anos, os céus de Raxus Prime se tornaram escuros e seus rios cobertos de lama e ferrugem. Os lindos continentes do planeta se transformaram em enormes lixões de naves e fábricas abandonadas cobertas por fungos venenosos. A Guilda Comercial e a Aliança Corporativa continuaram com suas operações de extração ilegal de minérios, desobedecendo as leis ambientais da República.

No ano 24 ABY, Conde Dooku criou a Confederação dos Sistemas Independentes no planeta. Dois anos depois, tropas separatistas escavaram pedaços da antiga arma sith chamada Ceifador Negro e logo abandonaram o planeta. Durante os primeiros anos do Império, o planeta era controlado por uma inteligência artificial chamada o Núcleo. O Império invadiu o planeta, destruiu o Núcleo e estabeleceu um estaleiro para conter os avanços do planeta rebelde de Mon Calamari. Anos antes da Batalha de Yavin, o aprendiz secreto de Darth Vader, Starkiller, viajou ao planeta duas vezes: na primeira vez eliminou um mestre jedi escondido no mundo e na segunda vez destruiu a base imperial junto com um Destróier Estelar como parte para a criação da Aliança Rebelde. Em 25 DBY, Han Solo, acidentalmente, caiu no planeta e teve que enfrentar uma gangue de mandalorianos para escapar do planeta lixão.

Como Solo, a maioria das pessoas evitam visitar Raxus Prime, mas só quando realmente precisam de alguma coisa de lá. A Frota do Sistema Sienar ainda emprega mercenários para extrair os poucos minérios ainda disponíveis no planeta que a cada ano se torna um lugar desagradável e poluído.

Fonte: Star Wars – The Essential Atlas (Livro).

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *