Planetas de Star Wars – Rattatak (Canônico e Legends)

O barulho de tambores de guerra e os ossos quebrados de antigas batalhas revelam o tipo de vida que existe em Rattatak, um mundo das Regiões Desconhecidas onde a vida é curta e felicidade inexistente.

Rattatak é conhecido por seus desfiladeiros rochosos, cor de sangue, e pelos rios secos. Os principais habitantes são os rattatakis, descendentes de uma antiga expedição republicana que se perdeu nas Regiões Desconhecidas. Há também outras espécies alienígenas que vieram de outros mundos para colonizar o planeta. É muito comum encontrar mercenários, pois o planeta é infestado de arenas de combate e os mercenários adoram ver o sangue vazar pelo chão dessas arenas. Quase toda a fauna do planeta foi extinta. Mas, há relatos de enormes predadores que ainda vivem nas regiões mais isoladas e desérticas do planeta.

As condições climáticas são tão extremas que a agricultura é quase inexistente. A população do planeta está morrendo há muitos anos. Por causa dos poucos recursos naturais no planeta, as seis tribos locais, mais alguns sindicatos criminosos, lutam numa longa e eterna guerra pelo controle de tais recursos. Mas, por ser um mundo muito isolado, as facções não possuem tecnologia avançada como pistolas ou canhões de plasma para atacar seus inimigos. Suas armas eram flechas, machados e espadas. Mesmo com tais armas primitivas, as guerras são algo constante no mundo até hoje.

Um inteligente mercador rattataki criou uma imensa arena de combate, chamada O Caldeirão, com o intuito de diminuir as guerras entre as tribos e ganhar muito dinheiro com a vinda de outros seres alienígenas ao mundo. Na arena, gladiadores locais e de outros mundos morriam com o intuito de testar novas armas de guerra para poderosas corporações armamentistas. Por causa do sucesso do Caldeirão, Rattatak virou um mundo muito popular para aqueles que procuravam um desafio ou um modo mais fácil de ganhar dinheiro. Em poucos anos, vários habitantes da República visitaram com frequência o planeta por causa do Caldeirão.

O nativo mais famoso do planeta foi Asajj Ventress, uma seguidora do lado negro, aprendiz de Conde Dooku e general no exército separatista durante as Guerras Clônicas. Ventress, nascida com a Força, viu seus pais serem mortos por piratas. Foi salva por um cavalaeiro jedi, que a treinou por alguns anos até ser morto numa emboscada de piratas.

Com grandes habilidades, Asajj se tornou a guerreira mais poderosa de Rattatak e dominou por bastante tempo as lutas no Caldeirão. Quando não lutava, Ventress adorava torturar o líder pirata que matou seus pais e seu mestre. Acabou se juntando a Conde Dooku na Guerras CLônicas e só voltava para Rattatak para interrogar prisioneiros ou convocar mais voluntários para a causa separatista.

Fonte: Star Wars – The Essential Atlas (livro).

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *