Naves de Star Wars – Cargueiro de Ataque Imperial (Canônico)

Classe: Cruzador

Largura: 64 metros.

Defesa: Escudo Leve.

Armamento: Um canhão leve duplo e um canhão pesado.

Complemento: Dois AT-ATs, Dois AT-DTs, Dois AT-STs, Quatro Caças TIE, Quatro Bombardeiros TIE, Um TIE Avançado v1 e Um TIE Avançado x1.

Tripulação: 5.

Passageiros: 8 Stormtroopers.

A classe-Gozanti de cruzadores foi produzida pela Corporação de Engenharia Corelliana, dez anos antes das Guerras Clônicas. Durante a corrida de podracers de Boonta Eve, em Tatooine, um cruzador Gozanti foi rapidamente visto decolando do espaçoporto de Mos Espa.

Durante as Guerra Clônicas, o cruzador foi utilizado por várias facções incluindo os próprios separatistas. Um foi visto na frota separatista do general droide Aut-O. Outro cruzador foi visto em Zygerria, sendo usado pelo sindicato zygerriano. Vários cruzadores modificados foram usados pelo Sol Negro e pela Sombra Coletiva, a organização criminosa de Darth Maul, durante a tomada de Mandalore e na Batalha de Zanbar.

Vários anos após o Império ter se estabelecido pela galáxia, o cruzador Gozanti foi convertido num cargueiro de caças TIE. A mente por trás dessa transformação foi o Conde Denetrius Vidian. Vários desses cruzadores, sobre comando de Vidian, foram usados numa escolta armada do conde para o planeta Gorse.

Mesmo sendo cruzadores, essas naves eram chamadas de cargueiros de ataque. No ano 5 ABY, um cargueiro imperial foi abordado por rebeldes, que queriam libertar escravos wookiees, mas acabaram caindo numa armadilha pelo agente imperial Kallus. Os rebeldes escaparam da emboscada e destruíram o cargueiro no momento que estava ancorado no Destróier Estelar Lawbringer. Outro cargueiro imperial, usado por Kallus, desembarcou dois AT-DPs e um esquadrão de stormtroopers na base dos rebeldes, mas toda a força terrestre acabou destruída.

Algumas semanas depois, um comboio imperial de três cargueiros foi atacado pelos rebeldes e destruído quando o carregamento do comboio, que eram enormes cristais kybers, explodiu.

No ano 4 ABY, os rebeldes capturaram um cargueiro e o utilizaram numa missão de resgate em Mustafar. No mesmo ano, vários cargueiros foram usados num bloqueio imperial no planeta Ibaar. Eles foram utilizados para eliminar qualquer nave rebelde que tentasse escapar do bloqueio.

No ano 3 ABY, um cargueiro foi utilizado para descarregar dois AT-ATs num depósito imperial em Lothal. Já no ano 2 ABY, dois cargueiros imperiais desembarcaram dois AT-ATs e dois AT-DPs contra uma base separatista em Agamar. Forças imperiais perderam dois cargueiros durante um breve confronto com uma frota rebelde em Mykapo. Um cargueiro Gozanti também participou da tentativa imperial de capturar a senadora Mon Mothma.

No ano 1 ABY, pelo menos dois cargueiros Gozanti foram usados pela Sétima Frota Imperial (Grão-Almirante Thrawn) durante o bloqueio de Lothal.

Durante a Guerra Civil Galáctica, contrabandistas também usavam o cruzador. Momentos após a destruição da Estrela da Morte em Yavin, um cruzador Gozanti imperial chegou ao sistema e encontrou o caça de Darth Vader que se acoplou no cargueiro e direcionou a tripulação de volta a frota imperial mais próxima.

Durante a libertação de Tatooine, rebeldes descobriram centenas de cargueiros imperais escondidos num depósito abandonado e que estavam sendo convertidos em naves suicidas.

Um desses cargueiros foi usado pela Companhia Crepúsculo para abordar um cargueiro pesado imperial. Durante a Batalha de Hoth, vários cargueiros foram utilizados para desembarcar AT-ATs e AT-STs para o ataque contra a Base Echo. Durante a Operação Cinzas, após a destruição do Destróier Estelar Destemido, vários cargueiros imperiais invadiram Naboo e desembarcaram dezenas de AT-STs e pelo menos dois AT-ATs. Em Jakku, centenas desses cargueiros foram usados para desembarcar andadores e lançar caças de apoio. Não se sabe se a Primeira Ordem ainda utiliza tais naves.

Fonte: www.starwars.wikia.com

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *